O primeiro

… contacto que tive com videojogos, é o que vos vou falar durante as próximas linhas.

Foi há bastante tempo, ainda era um puto, quando vi um videojogo pela primeira vez. Algures no ano de 1990, a meio de um verão atribulado em que andava de braço ao peito (não façam acrobacias em cima de caixas da fruta!) tinha ido a casa de um amigo que tinha recebido de prenda uma beleza igual a esta:

timex-2048

 

Um timex 2048 com ecrã mono preto e verde. Para quem não conhece, este computador foi produzido em portugal pela Timex Portugal, e 100% compatível com o spectrum. (lá mais á frente irei fazer um post a detalhar esta máquina).

Nesta altura já andavam no mercado os Ataris, NES, Master System, etc… mas, apesar de tudo muito bonitinho, essa tecnologia ainda não tinha chegado à provincia (e o dinheiro para ela também era escasso). Nesta altura o entretém dos mais novos eram campeonatos de tiro com pressão de ar, saltos de bmx (ou orbita), safaris de fisga na mão, e claro, o jogo da bola (para quem não tinha dois pés esquerdos como eu).

Voltando ao assunto, ver o dito cujo em acção foi uma coisa de outro mundo. Ver que uma simples cassete audio ligada a um aparelhómetro transformava-se em jogos, era uma cena fenomenal. Para não esquecer o importante joystick Quickshot, que isto de esmurrar o teclado era contra as regras lá da casa.

Na altura passámos horas a fio a jogar vários títulos, mas o que me marcou mais foi o Stardust.

O que se queria na altura era acção rápida e os shooters propocionavam isso mesmo. Este ficou-me na memória por ser aquele jogo ranhoso que apesar da vontade (e esforços) nunca conseguíamos progredir grande coisa. Coitado do joystick, levou uns apertões valentes.

Acabado o verão e com a ameaça de o timex ser encaixotado no sotão caso as notas fossem más, nós ficamos bastante limitados na jogatina. Passou a ser apenas ao fim de semana, e com o passar do tempo ainda mais raro. Passado o Natal, surgiram novidades no que toca ao vício! Tinha acabado de abrir, a 50m da escola, uma Residencial que ao lado do bar tinha uma sala de jogos com matrecos, snooker e… arcades. Era o paraíso!!

 As constantes orações para que os profs faltassem às aulas as vezes davam certo e lá iam os rapazes da turma em romaria. Sim, não tinhamos 16 anos ainda mas o dono do estaminé conhecia alguns e lá fazia o favor de nos deixar entrar (até porque a entrada para o espaço era algo obscura e havia fortes probabilidades de nunca mais sermos lá encontrados).

Os mais velhos afirmavam-se em grandes partidas de snooker, os ases da bola enchiam os matrecos de pregos, e aqueles que não tinham assim nenhuma habilidade em particular (como eu) investiam as moedas de 25$00, do lanche, nas máquinas.

Ainda foram gastos uns bons créditos, até a “febre” passar. Apesar de estarem várias máquinas no local, se a memória não me falha umas dez, mas duas em particular eram as preferidas da malta.

pinball-action-arcade

No meu caso as moedas iam mesmo para o Final Fight. Grande jogão de malhar neles, bastante viciante e porreiro para dividir os créditos com um amigo. Já o pinball foram poucas as moedas que me gastou pois as bolas saíam quase directas para o fundo do ecrã.

A diversão neste espaço durou pouco tempo… provávelmente alguma mãe víu as moedas desaparecerem da carteira com muita frequência e a GNR começou a rondar o local a ver se apanhava algum menor lá dentro do tasco. Acabou-se as arcades.

Mais ou menos um ano depois outro amigo tinha comprado uma autêntica bomba (por uma pipa de massa!)

Um PC IBM PS/1 com um poderoso processador Intel 286 a trabalhar a uns estonteantes 10Mhz!

De capacidade tinha 1MB de RAM e 20MB de disco, o suficiente  na altura para permitir largas horas de diversão em títulos como Space Invaders (o primeiro que jogámos), Alley Cat, Rick Dangerous, Fantastic World Of Dizzy, Altered Beast, Street Rod, 4DS… enfim, enquanto a memória permitisse podia estar aqui a escrever títulos de grandes jogos que nos animaram muitas tardes. Mas deles todos houve um em, especial que me viciou… o Commander Keen. E estava feita a minha introdução ao mundo de jogos de plataformas!

(continua)

O primeiro (Parte II)

Advertisements

Posted on May 29, 2014, in Memórias. Bookmark the permalink. Leave a comment.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Old School Game Blog

Amiga enthusiasm, retro gaming passion

Mr Oliver.

Gaming, Music & Movies

Stuart Williams' MICRO MUSINGS

ramblings of a home computer hack

Retro Computing News

computer history, retro gaming and computing today

ancientelectronics

retro computing and gaming plus a little more

inmiracleworld

Ressuscitando o passado...

The Perfect Bit

O diário de um nerd (muito pouco) anónimo

BPMS Tutorials

Tutorials on the Best BPMS out there!!

Ainda sou do tempo

Ressuscitando o passado...

SHUGAMES !

Ressuscitando o passado...

Indie Retro News

Ressuscitando o passado...

Recuerdos de 8 Bits

Ressuscitando o passado...

Retroinvaders

Ressuscitando o passado...

Os Invasores

Ressuscitando o passado...

Arkade

Jogos, Tecnologia, Cultura e Revista Online de Games

GreenHillsZone

Colecção de videojogos - alguns "rants" e análises

Revista Digital de Videojogos PUSHSTART

A vossa revista digital de videojogos

oldgamesftw.wordpress.com/

Vencendo com games clássicos e atuais!

Gamer Caduco

Histórias de um gamer que está cada vez mais próximo de caducar de vez.

O Cantinho de Bia Chun Li

Ressuscitando o passado...

Sega-16

Ressuscitando o passado...

08tohkun

Ressuscitando o passado...

Santa Nostalgia

Ressuscitando o passado...

Infoconsolas

Ressuscitando o passado...

.::RetroPTgameR::.

Ressuscitando o passado...

Índios e Cowboys

Ressuscitando o passado...

QG Master

Ressuscitando o passado...

Vintage Computing and Gaming

Ressuscitando o passado...

Retro Video Gaming

Atari, Sega, Nintendo & Famicom reviews, videos, cover art and more!

Retro Games Collector

Ressuscitando o passado...

Retro Games Revival

Ressuscitando o passado...

ComuDoMega 13.8

Um Blog sobre o Mega e muito mais...

Game Over

Ressuscitando o passado...

elretroconsolero

Ressuscitando o passado...

Retro Megabit

Sharing My Retro Video Game Collection.

The Retroist

Retro Blog and Podcast

%d bloggers like this: